Favor habilitar Javascript! CINEMA BRASIL NA INTERNET - CINEMA BRAZIL NA INTERNET

  Other Idioma?  
clique no banner acima                                                    
  Contato O Projeto
Mapa do Site
| Início | Acervo de Filmes | Roteiroteca | Vídeo online | Debates | Cadê Profissionais? | Memória |
|
Cine Matérias

Seu filme favorito

A Produtora
O que é o Projeto
Quem aprova
COMO PATROCINAR
Matérias/Artigos
Política/Mercado
Festivais/Concursos
Dicas de Produção
|

Especial 7° FAM
Sétimo FAM-FLORIANÓPOLIS AUDIOVISUAL MERCOSUL

Dia 26/05/2003


 
(ver mais sobre o filme no final da página)

Hoje pela manhã estive no ENCONTRO PARLAMENTAR AUDIOVISUAL 
DO MERCOSUL, que debateu e propôs um PROTOCOLO DE INTENÇÕES
com o objetivo de ser criada, sob a supervisão de um conselho 
de consultores de cada país, uma LEGISLAÇÃO COMUM aos países 
do Mercosul e associados.
O ponto mais importante é mudar as legilações de forma que
o filme chileno, argentino, boliviano, etc. seja para todo efeito
considerado filme BRASILEIRO no Brasil, e que o filme brasileiro
seja considerado filme argentino na Argentina, chileno no Chile,
e assim por diante. O Encontro se deu dentro da Assembléia
Legilslativa de Santa Catarina, com a presença de parlamentares
e autoridades dos outros países do Mercosul. A senadora IDELI
SALVACCI do PT ficou de levar o PROTOCOLO DE INTENÇÕES ao Senado
e o deputado CARLITO MERS do PT se comprometeu a entregá-lo ao
presidente da Câmara. E se comprometeu ainda a fazer cumprir a 
LEI DO CURTAMETRAGEM, que segundo o presidente da ABD Nacional
Marcello Laffite, está em vigor mas ninguém cumpre porque com
o fim do CONCINE ela não tem mais SANÇÕES(punições) previstas
para quem não a cumpre. Disse Carlito: "Se eu conseguir fazer
cumprir esta lei, já me sentirei realizado".

Após a leitura do PROTOCOLO DE INTENÇÕES, a sessão foi aberta
a manifestações, e ROBERTO FARIAS trouxe uma novidade, citando
um PROTOCOLO DE INTENÇÔES criado na década de 70, com similar
objetivo e que deveria ser levado em consideração para que não
se fique de tempos em tempos repetindo a mesma iniciativa. Na
época, ele foi convidado para participar de um fórum na Espanha
e quando soube que o objetivo era criar também um protocolo, já
na época ele pediu para ler o PROTOCOLO DE INTENÇÕES feito no
Brasil, e aí a reunião se encerrou, porque o que queriam produzir
já estava pronto. 

Além disso, Ruth Albuquerque, esposa de Roberto, também se
manifestou para se prontificar a trazer o protocolo, e também
outros acordos de mercado comum latino-americano já em vigor.
Clique no dia 28/05/2003 abaixo, que até lá eu já terei tido
acesso aos textos do protocolo, leis e decretos.

Soube aqui no Fórum Audiovisual Mercosul, onde estou a convite
dos organizadores, que o projeto 256/91 de Jandira Feghali volta
à palta da COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA E REDAÇÃO
da câmra dos deputados-CCJR  AMANHÃ, 27/5.

Tereza Trautman que recebeu telefonema da Jandira durante a
apresentação dos componentes da mesa do Fórum, solicitou que
novamente enviássemos e-mails de apoio aos parlamentares que
integram a CCJR, PARA TENTARMOS EVITAR QUE UMA VEZ MAIS
O LOBBY DAS TELEVISÕES ADIE, como tem adiado por várias
vezes, a apreciação deste projeto de lei, que foi aprovado por
ACORDO, e que pode ser aprovado, sem ser levado a plenário
para discutir o mérito. O que a CCJR deve analisar é se o projeto
de lei é constitucional e se sua redação atende os requisitos legais.

Como estou fora, não tenho aqui os e-mails dos deputados da
CCJR, mas quem guardou, tem a mensagem de Assunção onde
há uma lista dos e-mails dos deputados. 

Enviem seus manifestos de apoio à lei que regulamenta o artigo
221 da Constituição que já prevê espaço para a produção regional
e para a produção independente na programação da TV brasileira.

O projeto, transformado em lei, obrigará a exibição de pelo menos
um longa-metragem brasileiro independente por semana na TV em
todos os canais da TV aberta, além da reserva de espaço para
programas de produtoras regionais.

Grande Abraço,

Marcos Manhães Marins
CINEMABRASIL

Augusto Sevá dá boas notícias. Ver texto produzido por Marlon Assef:

Ancine anuncia recursos para o audiovisual



À noite, assisti ao filme URUGUAIO "EN LA PUTA VIDA", da
diretora estreante Beatriz Flores Silva. Muito bem 
produzido, um filme sensível, com boa atuação e direção
firme, que emociona, e que a sensação é que dura menos
do que muito curta-metragem, tamanho é o ritmo das imagens.
Segundo Pedro Pablo Lazzarini, que conversou melhor com
ela, Beatriz fez o filme com 700 mil dólares (que conseguiu
do fundo Ibermedia, de fontes da Bélgica, onde mora parte
do tempo, além do Uruguai) e contraiu uma dívida de 140
mil dólares. Um filme lindo de uma estreante, e ainda
segundo Lazzarini, muito melhor do que o filme do diretor
do INCAA, Jorge  Coscia, "LUCA VIVE" que passou no primeiro
dia do FAM.


Stills do longa de Beatriz Flores.

Comentários do CinemaBrasil sobre o evento:
Dia 25/05/2003
Dia 26/05/2003
Dia 27/05/2003
Dia 28/05/2003
Dia 29/05/2003
Dia 30/05/2003

|




|
visitas:
| Início | Acervo de Filmes | Roteiroteca | Vídeo online | Debates | Cadê Profissionais? | Memória |