Favor habilitar Javascript! CINEMA BRASIL NA INTERNET - CINEMA BRAZIL NA INTERNET

  Other Idioma?  
clique no banner acima                                                    
  Contato O Projeto
Mapa do Site
| Início | Acervo de Filmes | Roteiroteca | Vídeo online | Debates | Cadê Profissionais? | Memória |
|
Cine Matérias

Seu filme favorito

A Produtora
O que é o Projeto
Quem aprova
COMO PATROCINAR
Matérias/Artigos
Política/Mercado
Festivais/Concursos
Dicas de Produção
|
Especial
19º Cine CEARÁ
FESTIVAL CINE CEARÁ 2009

Comentários do CinemaBrasil sobre o festival:
* 31 de Julho de 2009:


Uma coisa é certa: o Festival Iberoamericano Cine Ceará sabe valorizar as coisas da terra,
e isto está claro não somente na Mostra Olhar do Ceará, que está acontecendo no Centro
Dragão do Mar de Arte e Cultura, como na própria mostra competitiva, que dá lugar a
produções de todos os estados, mas com um viés de priorizar os que falam do Ceará. Ontem
assisti ao curta em competição "Passos do Silêncio" do cearense Guto Parente e hoje
assisti ao curta em competição "A Montanha Mágica" de Petrus Cariry, sobre o qual direi
algumas palavras abaixo. E partir de amanhã começam os longas brasileiros em competição,
um deles "O Homem Que Engarrafava Nuvens", do cearense Lírio Ferreira e que, embora seja
feito em parceria com produtoras do Rio de Janeiro, conta uma história que tem tudo a
ver com a história do Ceará, uma investigação sobre Humberto Teixeira o homem que escrevia
baião para Luiz Gonzaga cantar. E, como não poderia deixar de ser, como um festival
iberoamericano, abre espaço para mostras de filmes de interesse latino, como a Mostra CHE
e a Mostra Iberoamericana de Animação. No rol dos filmes brasileiros em competição estão
contemplados vários estados do país. Enfim um panorama bem vasto do cinema dos países
da américa latina está sendo visto por aqui.


A homenagem da noite foi para o exibidor e distribuidor Adhemar Oliveira, que desde a época
do Grupo Estação sempre prestigiou o cinema nacional, reservando pelo menos uma semana a
cada filme brasileiro lançado. Hoje tem uma cadeia de cinemas em São Paulo, alguns dos
quais financiados pelo programa de incentivo do BNDES. Apertei a mão de Adhemar, foi um
prazer revê-lo.


Realizadores sobem ao palco


CURTAS EM COMPETIÇÃO:


FLORES EM VIDA
Embora um registro sensível da vida atribulada mas feliz de uma senhora bem idosa que mora
numa casinha rosa e também uma loja de flores numa praça, em meio às suas contas a pagar
e aos personagens com quem convive na praça, não chega a empolgar como cinema. O excesso
de falhas propositais não esconde a falta de experiência e não o torna mais contemporâneo.


JOSUÉ E O PÉ DE MACACHEIRA
Belo filme de animação onde um a exploração do homem sobre o homem é combatida de maneira
divertida. Por que não, em vez de ovos, macacheira?


A MONTANHA MÁGICA
A grande qualidade deste filme é mostrar o parque de diversões em ângulos e movimentos de
câmera muito criativos, e lá está a citação ao poeta cearense Patativa do Assaré, admirado
muito no nordeste, e que o cineasta pai, Rosemberg Cariry, difundiu para todo o Brasil.
Petrus Cariry faz um filme que quebra a expectativa do público, tornando-o interessado em
descobrir quem é o garoto que se acidenta no parque de diversões. Muito bom.



OS FILMES QUE NÃO FIZ
Filme muito inteligente e divertido, faz uma radiografia não só do próprio cineasta como
de outros muitos cineastas que ainda não conseguiram fazer seus filmes por razões mil.
Por outro lado, Gilberto Scarpa, o cineasta publicitário que só agora faz seu primeiro
curta para exibição em cinema, como alguns outros da área de publicidade que conheço,
atribui o seu não fazer filmes apenas às falhas do cineasta, tal como "o auto-sabotador"
que existe em cada um, o perfeccionismo, a mania de criticar editais em que nem entra,
e se esquece que, mesmo postas de lado as falhas do cineasta, existem as falhas do
sistema de exibição, de financiamento da produção, da distribuição, que são dedicados
ao filme estrangeiro e ao filme "de potencial de público" (com critérios equivocados
de garantia de sucesso, como se fosse possível garantir o sucesso). Com este filme, o
cineasta lança um cartão de visitas para sua carreira. Tem talento e chegará lá.


Longa em competição:

HAROLDO CONTI - HOMO VIATOR
Tem momentos de um bom cinema, como a subjetiva da noite em que Haroldo é sequestrado.
Certamente para os conterrâneos de Haroldo Conti, faz diferença a vida perturbada deste
militante político, escritor que se dedicou a tirar outros companheiros das garras da
polícia, e que no fim acaba como eles, preso e provavelmente morto. Para o público de
outro país, é um documentário que roda em círculos demais e que não causa interesse no 
espectador.  Esta foi a minha impressão pessoal. Mas assisti até o final. Muitos foram
embora no meio.


PROGRAMAÇÃO DO DIA
10h  DEBATE E COLETIVA COM REALIZADORES - Seara Praia Hotel

10h MOSTRA  O PRIMEIRO FILME A GENTE NUNCA ESQUECE - Centro Cultural 
Luiz Severiano Ribeiro – Sessão de curtas  de animação - 
Classificação etária: Livre
Juro que vi: o Saci (Humberto Avelar , 13',  RJ); 
(Ale Machado, 15',  SP); 
A menina que pescava estrelas  (Ítalo Cajueiro,  9',  DF); 
Bob Mosca  (Davi Corbalan,  3',  SP);  
Mãos de vento e olhos de dentro  (Susanna Lira, 13', RJ); 
A Ilha  (Alê Camargo , 9', DF); 
As fadas da areia  (João Batista Melo , 15', DF); 
Macaco de imitação (Renato Borges, 2', SP); 
Um menino uma flor (Caó Cruz, 2', BA); 
Aprendiz (Marcio Kakumo, 3', SP).

14h- MOSTRA OLHAR DO CEARÁ - Espaço Unibanco 1 - 
Dragão do Mar - 
Classif. Etária: Livre
Matryoshka (Salomão Santana, Ficção, 9'. 2009); 
Alfarrábio (Sabina Colares, Ficção,16'. 2009); 
Intervalos (Soraya Ferreira, Ficção,10', 2009); 
Revelação (Mardônio França, Experimental, 5', 2009); 
Velocípede dos dias, (Mardônio França, Ítalo Rodrigues, Marcelo Gonçalves
Experimental, 5', 2008); 
Improvisação insana (Walbersantos, Experimental,  8'., 2008); 
Piratas de Troco (Gabriel Silveira, Experimental, 3‘, 2009); 
Quadrinhos para quadrados, (Eduardo da Silva, Doc., 8', 2008); 
Até onze e meia (Mauro Ramos, Andressa Back, Doc., 13', 2008); 
Bicho de ferro (Beto Gaudêncio, Doc., 7', 2009); 
Mães de Metal (George Andreoni, Doc.,  20', 2009).

14h às 18h - ENCONTRO CEARENSE DE CINECLUBES 2009 – 
Vila das Artes 
Mesa: Direitos Autorais x Direito do Público Com: Antônio Claudino 
e Rafael Pereira Oliveira.

15h - MOSTRA CHE: OLHARES NO TEMPO – ESPAÇO UNIBANCO 2 – 
Dragão do Mar.
O dia que me queiras (El día que me quieras, Leandro Katz, 
Argentina, 1997, documéntario, 30'); 
Carabina M2 uma arma americana, de Carlos Pronzato, 2007, 
Argentina, Doc., 90') 

16h - MOSTRA IBERO-AMERICANA CINEMA DE ANIMAÇÃO - 
Casa Amarela Eusélio Oliveira. 
Cinema de Animação dos Estúdios ICAIC -Cuba. 
Classificação Etária: 16 anos 
Longa:  Vampiros em Havana! (¡Vampiros en La Habana!, Juan Padrón, 
1985, 82'. Cor. Cuba).

16h - MOSTRA OLHAR DO CEARÁ  (Reprise) Espaço Unibanco 1 -
 Centro Dragão do Mar

19h30 - MOSTRA COMPETITIVA BRASILEIRA DE CURTA-METRAGEM E 
MOSTRA COMPETITIVA IBERO-AMERICANA DE LONGA-METRAGEM 
– Centro Cultural Sesc Luiz Severiano Ribeiro – 
Classificação Etária: 16 Anos. 
Homenagem ao exibidor e distribuidor de filmes Adhemar Oliveira.
Curtas-metragens: Flores em Vida (Rodrigo Marques e Eduardo Consonni, 
Doc., 12', Cor, SP, 2008); 
Josué e o pé de macaxeira (Diogo Viegas, Animação, 12', Cor, RJ, 2009); 
A montanha mágica (Petrus Cariry, Doc., 13', Cor, CE, 2009); 
Os filmes que não fiz (Gilberto Scarpa, Ficção, 16', Cor, MG, 2008); 
Longa: Haroldo Conti-Homo Viator (Miguel Mato, Doc., 
2008, 90', Argentina).






Cobertura diária do festival CINE CEARÁ:
Dia 28/07/2009
Dia 29/07/2009
Dia 30/07/2009
Dia 31/07/2009
Dia 01/08/2009
Dia 02/08/2009
Dia 03/08/2009
Dia 04/08/2009

Site Oficial



|




|
visitas:
| Início | Acervo de Filmes | Roteiroteca | Vídeo online | Debates | Cadê Profissionais? | Memória |